26 de fevereiro de 2010

Quer tocar agudos? Como não perder o seu apoio.

Artigo escrito por, ninguém menos que ele, Maynard Ferguson, para a revista DownBeat, na edição Julho/93.

Parece que todos os trompetistas iniciantes, assim que conseguem tirar algum som, possuem a irresistível urgência em ver o quão agudo conseguem tocar. Quando você aplica o registro mais alto no improviso do jazz, o objetivo é que não se perca nada de sua articulação. O som, ataque e a "soltura" são muito diferentes se você é predominantemente um 1º trompetista/lead, em uma situação físicamente exigente. É difícil pra um lead de grade poder para tornar-se um grande jazzista, mas alguns o fazem.

O que nós sobressaímos está fortemente ligado a onde gastamos o nosso tempo. Se a maior parte do nosso tempo de performance e prática é os registros médios e agudos, este é o tipo predominante de trompetista que você vai ser, por que, artisticamente, é onde você aprecia/desfruta mais o instrumento. Mas, para aqueles que aspiram a melhorar o seu registro agudo, estes devem extendê-lo na mesma maneira que um grande cantor de ópera extende o seu registro mais alto. Cantores de ópera que "piam"/guincham não possuem muita demanda. Não se permita ser marcado como um trompetista desse tipo.

Algo que eu fazia no começo, para aumentar meu alcance, era tocar belas melodias que eu estava familiarizado e que gostava. Devo advertir que a balada que você escolher deve possuir uma melodia alongada. Fazendo desta maneira, você se livrará daqueles, chatos, exercícios de notas longas que os trompetistas tão odeiam.

Então, pratique tocando a mesma melodia uma terça menor acima - algumas vezes com vibrato, outras vezes sem. Pare de tocar assim que você perder qualquer parte da beleza que tinha no tom mais grave. No momento em que soar cansado/esticado/tenso, pare e descanse. Então toque de novo, ainda na terça menor, até que sinta totalmente natural e lírico/sentimental. Eventualmente, tente uma quinta, sempre sem aumentar a intensidade. Uma coisa muito importante acontece: conforme você começa a pensar neste novo tom como o normal, você vai ter elevado o centro do seu alcance tanto mentalmente como fisicamente.

O Miles Davis uma vez me perguntou o que estava fazendo de errado no registro agudo. "Os seus pés", eu disse a ele.

"Droga", ele falou, indo embora. Ele me perguntou de novo mais tarde, e eu expliquei o que eu quis dizer. Veja um grande levantador de peso ou o Pavarotti em suas melhores/mais importantes performances - ambos estão exercendo uma grande energia. Seus pés estão firmemente "plantados", e eles estão igualmente equilibrados e balanceados em cada um. Para manter a energia fluindo, você precisa ficar em pé e sentar corretamente.

Assim que você usar a expressão "Eu tenho que aquecer meus lábios", você já cometeu um erro. É uma coordenação de mente e corpo que você precisa primeiro, e então controle da respiração. Eu sugiro simplesmente exercícios de respiração do Hatha Yoga. Estes exercícios te relaxam e aquecem. A coordenação não é boa quando acompanhada do nervosismo. Escolha apenas os exercícios que você se sinta confortável e, o mais importante, que você aprendeu com um professor de Hatha Yoga.

Depois que um certo nível de conhecimento e técnica foi alcançado, o artista dentro de você toma controle, e este é o ponto de tornar-se um músico. Mas o instrumento que você toca, é você mesmo. Você estuda, pratica, ouve, e devota a maior parte de suas horas acordado para melhorar a sua performance. A coisa importante a se perguntar é: "Como eu quero soar?" e não "Como quem eu quero soar?". Os sons que estão em seu coração e em sua cabeça são os sons que irão sair do seu instrumento.

 

Comentários: Muito interessante este artigo, e, creio, muito correto. Vamos por partes:

Já vi outros trompetistas (bons) recomendarem transpôr algumas melodias curtas para buscar a região aguda. Dessa forma, vamos gradativamente aumentando nosso alcance, sempre pensando na musicalidade (mesmo nos agudos, devemos pensar de forma musical), e claro, estudando também transposição e tonalidades. Pode-se subir de meio em meio tom uma melodia, ou subir de tom em tom, ou em terças, pegando sempre alguma tonalidade ainda não tocada. Até segunda eu ponho alguns links de materiais e exercícios sobre isso.

Quanto aos pés, este ano mesmo, em uma aula com o Charles Schlueter ele falou da importância da posição do corpo (e dos pés) enquanto tocamos (e vimos que isso fez diferença).

Quanto à Yoga, bem, posso dizer por experiência própria que alguns exercícios de respiração fazem muito bem (adquiri este livro). O Roger Ingram comentou em um post no Trumpet Herald que usa respiração de Yoga, e há uma video aula dele disponível para compra na internet (em ingles), e em seu livro, Clinical Notes on Trumpet Playing. Esta respiração também é chamada de Wedge Breath.

33 comentários:

  1. queria te perguntar uma coisa : estou querendo tocar trompete,compro em do ou sib ? quero tocar na Igreja.Mas tambem no MAANAIM(onde tem clarineta,e outros de sopro.)E outra: em sib é um tom ou um semitom a menos ou a mais ? e em do? porfavor me ajuda.preciso comprar o meu :s e qual marca é boa?grata,vanessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se vc for tocar em banda com guita, teclado e baixo, seria legal vc pegar um em DÓ pois todas as músicas vcs tocariam no mesmo tom, logo não precisaria transportar a sua partitura caso fosse um em SIb ...

      Agora se vc for tocar em orquestra ou banda (fanfarra, marcial, etc) onde tenha outros intrumentos de sopro (trombone, clarinete, sax, tuba, etc ...) aí é melhor pega um em SIb, pois as partituras para esses instrumentos seguem padrão em SIb para trompetes.

      Excluir
    2. o si bemol (sib) é meio tom abaixo ou seja si bemol seria um Lá sustenido um trompete que eu recomendo pra você compra é da yamaha

      Excluir
    3. Trompetes da yamaha são muito caros, mas sua qualidade e perfeita, mas se você tiver grana para comprar um yamaha aconselho comprar um vicent bach, ou se você quer comprar um instrumento mais barato eu te indico a marca Weril que é brasileira mais não deixa a desejar e outra dica e opitar por instrumento na cor prata pois os dourados perdem sua cor e riscão muito facilmente.
      Abraço!

      Excluir
    4. Eu tenho um trompete em si e em dó! Tudo junto!

      Excluir
  2. O clarinete a afinação é em sib, e muitos outros instrumentos em mib, a afinação não influencia muito ou nada se vc comprar um em si se quiser fazer a mesma nota em outro instrumento com afinação diferente por exemplo em dó: se vc faz si o instrumento em dó faz dó e fica a mesma nota - Se vc faz lá o outro instrumento em dó faz sol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ei acson vc agora é professor de musica é kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  3. Vanessa tanto faz faz vc comprar um em do ou sib. o sib a escala é normal perante a outro instrumento em sib mais em do vc tem que descer um tom perante ao sib ou seja se a grade da partitura estiver em sib para todos os instrumentos e so vc tem em do entao se um outro instrumento em sib esta tocando em la vc tem que tocar sol pq como disse vc desce um tom.

    ResponderExcluir
  4. toko tromete em uma banda, mais só q aiinda nao sei muito bem tirar nota agudissimaa, voces podem me ajudar ?
    toko segundo trmompete e gostaria mt de ser primeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro segundo ou terceiro não interessa, todos são super importantes, agora para conseguir tirar notas agudas é importante a vibração do seu lábio estar em dia, fazer exercício de fortalecimento da embocadura, respiração e muito importante e quase 95% de tocar trompete os outros cinco são técnica, e se dedique aos estudos diarios. um Abraço

      Excluir
    2. Amigo toco em banda marcial, faço segunda voz também para completar o naipe, pois não adianta de nada ter varias pessoas fazendo a primeira voz e a musica ficar vazia, tenho facilidade de pegar notas agudas muito graças a fazer a segunda voz pois não forço muito meus labios e algumas peças a notas são mais graves e longas o que serve de exercicio, além de que em alguns arranjos a notas executados pelo 2º trompetista chegam a ser mais altas do que o 1º. A dica que eu dou e estudar notas longas e graves, ataques de tocas e destacalas alem de de exercitar bastante a escala cromatica.

      Excluir
    3. qual o bocal mas apropriado para se tocar os agudos?/

      Excluir
  5. O trompete em do tem o som mais brilhante q o em sib q é tem um som mais maduro e simples..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai depender também da sua embocadura

      Excluir
  6. como fica a posição da minha lingua nos super agudos? meu bocal é um giardinelli 7s, é bom para agudo?
    Adilsom of trumpet
    cachoeiro de itapemirim-ES
    BRASIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compra um bocal Vicent Bach ou monette amigo um pouco mais raso depende para que tipo de musica também...

      Excluir
  7. normalmente, conforme vamos pro agudo, levantamos a parte média/traseira da língua (perto da garganta).
    Após isso, para ir para os superagudos, invertemos, levantando a parte 'da frente' da língua, próxima aos dentes.

    Não conheço os giardinelli. Mas normalmente bocais com menos espaço na taça são melhores para agudo

    ResponderExcluir
  8. Bocais mt rasos são ótimos para agudos, mas porém "empobrecem" o seu som se tocado nos medios e tbm nos graves.. minha dica pra vc Antônio: Continue com seu bocal 7c.

    Outra dica: Não se faz força pra tirar agudo, nã sofra, o segredo é jeito.. com o tempo vc vai entender isso.

    Mais dicas: thiagoguitar21@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Vanessa, o q vc t ah querendo, era meu sonho.. tocar no maanaim..

    Trompete em SIb ou em Dó? tanto faz, mas eu escolheria em SIb..

    me add no MSN q conversamos melhor: thiagoguitar21@hotmail.com

    APDSJ

    ResponderExcluir
  10. Ola galera! Sou trompetista a 3 anos, mas nao consigo passar do mi5 algem me ajuda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. garoto leia meu comentario do anonimo luiz 99356678 blz

      Excluir
  11. a todos que está com problema em tirar notas agudas o meu conselho é estudar notas graves e longas as famosas notas pedais e outra coisa é o seguinte quem tira nota aguda não é o bocal e sim quem está por tras dele a pessoas pode ter um bocal que seja fundo e tirar notas agudissimas a numeração do bocam interfere em um monte de coisas entre elas a formção da arcada dentárias expessuras dos lábios entre outras estudar vribração no bocal também é minto útil quero dizer a famosa abelhinha .

    ResponderExcluir
  12. o que me diz de colocar a lingua atrazdos dentes e quaze tocar o céu da boca e colocar 2 terços d bocal no labio superior foi assim que aprendi em tatui sp meu fone eh 47 99356678 luiz

    ResponderExcluir
  13. Eu toco trompete a um ano e não consigo tirar agudissimos qual o melhor exercicio para se conseguir isso. Valeu um abraço a todos

    ResponderExcluir
  14. praticar repiração soprar mais forte o trompete e fechar mais a boca e estudar muito hahaha e é isso

    ResponderExcluir
  15. gente por favor eu ainda não entendi como fazer um agudo no trompete

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo blog, visite o meu também: www.espacodotrompete.blogspot.com - Um abraço!!

    ResponderExcluir
  17. Toco trompete em banda de forró a 3 anos, e min dou muito bem nos agudos com o bocal Giardinelli 6S. Pra isso basta estudar nota longa e grave todos os dias pelo menos 30 minutos. Sera um bom passo!
    By: Alison

    ResponderExcluir
  18. Algem manda para meu facebook wederson henrique algumas sugestons para formar a rmbocafura

    ResponderExcluir
  19. Essa dicas para tirar agudos muito legais

    ResponderExcluir
  20. vcs sao fracos para tirar notas agudas no pet pasta asoprar

    ResponderExcluir
  21. vc quer tirar agudos no compra um apito

    ResponderExcluir
  22. trompete bom mesmo é o jupter certo????

    ResponderExcluir

AddThis